5 setores para ficar de olho na Bolsa de Valores durante a crise

Felipe Alves
null
1

Crédito: Divulgação

A crise econômica que veio com o coronavíurs trouxe um grande impacto para as ações na bolsa de valores. O Ibovespa, principal índice da B3, chegou a amargar em março a maior queda mensal desde 1998.

O cenário ainda é nebuloso. Difícil garantir qual empresa conseguirá sair bem do pós-crise. Mas é possível indicar cenários e apontar setores que podem não ser tão afetados pelos impactos da pandemia.

Neste artigo, os assessores da EQI Investimentos listam 5 setores para ficar de olho na bolsa de valores durante a crise.

Dicas da EQI de setores para você ficar de olho:

Setor elétrico

O setor elétrico chama a atenção, já que apresentou quedas menores durante a crise. Geralmente é visto como um setor pouco impactado durante crises internacionais. Com contratos longos, o fluxo de caixa acaba sendo mais estável para essas companhias.

“É bom por que tem uma demanda muito constante, tirando a parte industrial que pode diminuir neste período, mas tem demanda muito constante nos contratos de longo prazo também”, explica o assessor da EQI investimentos André Arantes.

Seguros

“É um setor que tem dívidas muito baixas ou inexistentes. As empresas do setor passam por esse período sem dívida, altamente capitalizadas. Isso faz com que elas não sofram nessa turbulência da economia”, diz o assessor da EQI investimentos André Arantes.

Farmacêutico

O segmento farmacêutico vem registrando aumento de vendas nesse período de crise. É um setor essencial, que não fechou as portas durante a crise, e que deve lucrar com a pandemia. As cerca de 8 mil lojas das afiliadas da Associação Brasileira de Redes de Farmácias faturaram R$ 53,4 bilhões em 2019 – alta de 11,14% em relação a 2018 (R$ 48,1 bilhões). “As empresas do setor farmacêutico acabam se destacando no curto prazo. Vale a pena apostar na diversificação”, diz o assessor da EQI investimentos, Fabian Fávero.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

Varejo

Apesar das quedas nas vendas durante a crise, as boas (e grandes) empresas de varejo do país devem sentir menos os impactos dentro do setor. Muitas conseguem se bancar sozinhas na crise por algum período e investem pesado nas vendas online, apesar da real diminuição do número total de vendas.

Educação

Empresas de educação, principalmente as que investem em ensino a distância, podem ser uma boa saída para a crise. “A demanda vai acabar aumentando”, diz o assessor de investimentos da EQI, Fabian Fávero.

Além dos setores que podem sair mais fortes da crise há aqueles que devem amargar momentos mais críticos nos próximos meses.

Empresas da área de hotéis, de turismo, companhias aéreas e de academias devem demorar um pouco mais se recuperar nessa crise, e vão demandar de ajudas do governo para seguir em frente.

Entenda a importância de analisar os dados de uma empresa na hora de comprar uma ação