5 dicas para lidar com perdas no mercado de ações

Denisson Antunes
Editor e Redator de notícias. Especializado em Comunicação para Web, atua há 11 anos na área em colaboração com algumas das principais agências de notícias e publicidade do país.Escreve sobre tenologia, investimentos, mercado financeiro, política e economia para o portal de notícias Eu Quero Investir.
1

Crédito: Pexels

Não há como evitar: em momento ou outro, cedo ou tarde, você perderá dinheiro ao investir no mercado de ações. Em alguns casos, essa perda pode ser imediata e muito clara: o preço das ações caiu. Em outras situações, elas podem não ser tão aparentes, já que são sutis.

As perdas no mercado de ações ocorrem de diferentes formas. Cada uma delas é uma maneira dolorosa, mas o investidor pode atenuar os efeitos da picada adotando a mentalidade adequada e aliando e a vontade de aprender com a possibilidade de tirar algo bom do que aconteceu.

A seguir, você confere algumas dicas sobre como enfrentar a situação. Acompanhe!

Como lidar com perdas no Mercado de Ações

Ninguém quer e muito menos gosta de perder dinheiro. Entretanto, é preciso ter uma boa consciência da situação para não deixar que o próprio ego fique no caminho de tomar uma decisão quando for a hora de fazer isso.

A melhor direção a ser tomada, no caso de perdas no mercado de ações, é tentar reduzi-las e passar para o próximo plano. Respire fundo e siga em frente:

  1. Aceitar a responsabilidade

A perda já ocorreu, então, o investidor precisa ter consciência de que ela pertence a ele. Isso significa que deve assumir o fato e não deixar de lado ou tentar se esconder arrumando “x” culpados.

Quando o investidor assume a propriedade do problema ele segue em uma linha de controle de negociação. E é essa segurança que ele precisa nesse momento.

  1. Analisar as escolhas

É essencial revisar as decisões tomadas com outros (e novos) olhos após um tempo. Isso permitirá reflexões importantes para decisões mais corretas e sólidas no futuro. — Será que algo poderia ter sido feito de forma diferente? Se tivesse agido de outra maneira teria mais segurança? O fundamental é aprender com a experiência.

Uma das formas mais eficientes de identificarmos o nosso perfil de investidor, é realizando um teste de perfil.

Você já fez seu teste de perfil? Descubra qual seu perfil de investidor! Teste de Perfil

  1. Pare de negociar

Muitos investidores seguem negociando após perdas no mercado de ações. Isso é um problema e pode aumentar as chances de que novas perdas ocorram. O ponto chave, é fazer uma pausa para analisar o que deu errado. Todos os eventos precisam ser revisados com cuidado. Somente assim será possível descobrir onde foi que algo ficou a desejar. Por exemplo, será que a negociação mantida já não apresentava indícios de falha e a esperança e, não a perspicácia, é que serviu como fator de decisão?

  1. Não permitir que as perdas se tornem definidoras

Muitos investidores, ao perderem algum dinheiro no mercado de ações, tende a levar o fato para o lado pessoal. É importante lembrar que muitas outras pessoas sofreram o mesmo impacto — talvez até mais, logo, de pessoal não existe nada!

A perda financeira não pode definir o investidor, mas deve ser usada para torná-lo um investidor melhor. Claro, para isso é preciso lidar com a situação corretamente.

  1. Tenha um plano melhor e recupere o que perdeu

Após refletir bem sobre os principais aspectos envolvidos na perda no mercado de ações é importante começar a traçar um plano de ação melhor estruturado e mais detalhado para negociações futuras.

Esse novo plano precisa contar com tudo aquilo que o investidor percebeu que precisa fazer diferente e o que nunca mais deve ser feito.

Por fim, com a cabeça no lugar e com autocontrole é hora de trabalhar para recuperar o que foi perdido. Se foi uma perda pequena, apertar o cinto por um tempo pode ser o suficiente para recuperá-la. Se foi algo um pouco maior, vale tentar um plano de metas com um prazo mais longo, sem esquecer da disciplina.

Lidar com perdas financeiras no mercado de ações não é fácil. Além do agravante do dinheiro perdido existe o fator mental e emocional e, esses dois aspectos, têm um peso muito grande na tomada de decisões futuras, análise da situação e capacidade de reação. Enfim, nunca devem ser negligenciados e devem ser considerados com muita calma!